leões e cordeiros


Uma guerra envolve muito mais do que soldados e líderes de uma nação. Na trama narrada em três perspectivas, um momento de desatenção pode tornar o filme confuso.

Numa sala da universidade da Califórnia, o dr. Stephen Malley (Robert Redford), um professor idealista, tenta convencer Todd (Andrew Garfield), um de seus alunos mais promissores, a mudar seus ideais – convencê-lo a agir menos pelo poder e mais pelo o que acredita. Como fez Ernest (Michael Peña) e Arian (Derek Luke), colegas de classe de Tod, que se alistaram e foram convocados para guerra no Afeganistão. E, enquanto rola a conversa na sala do professor, esses garotos estão lutando nas montanhas geladas do país do Osama Bin Laden. Ao mesmo tempo, na sala do senador Jasper Irving (Tom Cruise), que muito provavelmente foi um Todd na universidade, mas sem a tal conversinha com o Doc; o senador tentar divulgar e convencer do quanto é boa a sua “estratégia completa” para a guerra dos Estados Unidos no Afeganistão para a jornalista Janine Roth (Meryl Streep), que o ajudou, com suas reportagens, a se eleger senador.

São nesses diálogos, às vezes um tanto monótonos, que as narrativas vão se cruzando e se tornando uma só. A partir da qual podemos discutir: até que ponto a mídia pode criar um herói ou um vilão? Qual é o limite? Até que ponto um governante precisa da mídia para alcançar seus objetivos, construir a sua imagem? As palavras valem mesmo mais do que atos? Até que ponto você deve lutar pelo o que acredita? O que é um ato coragem? Até que ponto você deve fingir que acredita em algo apenas para chegar em algum lugar? Onde está a ética de cada profissão? Até que ponto somos leões ou somos cordeiros de um sistema? Este é um filme que propõe muitas interrogações, mas não aponta nenhuma resposta. Ou a resposta seja o vazio que você cai quando sai do cinema.

É arte: A cena da Maryl Streep no táxi observando o cemitério dos soldados mortos em guerra.

É fato: Robert Redford tem muito que apreender sobre direção. Algumas cenas são mal conduzidas e alguns cortes são muito bruscos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s