20 jogos eternos do são paulo


Estava no trabalho quando o Fábio me ligou dizendo que estava grávido. Enquanto ele tentava se manter sóbrio no telefone ao me contar a novidade, eu não conseguia conter a euforia. O jornalista Arnaldo Ribeiro tinha lhe convidado a escrever um livro sobre os 20 maiores jogos do São Paulo FC.

O “sim” do Fábio ao convite do Arnaldo, no entanto, não viria sem alguns enjoos e mal-estares como toda gravidez. “Será que eu vou conseguir?”, “Não vou ter tempo”, “Não consigo escrever”, “Esse texto está uma b…”, “Não dá para trabalhar e escrever um livro…” Eram algumas crises do autor. Mas meu dever, como namorada e pai do feto que estava para nascer, era estar ali, ao lado, fazê-lo respirar fundo e manter a calma. Apoiá-lo e companhá-lo em todo pré-natal. Afinal, como já diz o clichê, não basta ser pai, tem que participar.

Para os primeiros capítulos, que seriam os últimos do livro, fiz toda a pesquisa nos acervos do jornais. Semanalmente, passava toda matéria bruta para as mãos do Fábio, que lapidava as palavras com o capricho de um escultor. Transformava toda a informação em saborosas histórias sobre as grandes partidas do tricolor.

Como toda grávida, Fábio teve noites de insônia e precisou de muito carinho e atenção. Quantas noites adormeci no sofá vendo-o escrever. Eu não estava fazendo nada, mas sabia que era importante estar ali – mesmo num sono profundo. Na reta final, já sofrendo com as contrações, passamos finais de semana identificando personagens em fotos e acertando detalhes de texto e legenda. “Se você não me ajudar, eu não vou terminar nunca”, aclamava. E com prazer sentava ao seu lado, apesar de saber que não tinham muito mais a contribuir.

Em setembro, o livro finalmente ficou pronto. Nas últimas semanas, fizemos o convitinho para entregar aos amigos e convocarmos todo mundo para o début de “20 Jogos Eternos do São Paulo”, nascido pela editora Maquinária, que será realizado a partir das 19h no Morumbi Shopping.

Como mãe do rebento, Fábio não poderia estar mais orgulhoso do resultado. Texto caprichado, boas fotos, infográficos divertidos ajudam o leitor a viajar para aquelas partidas memoráveis do tricolor. Apesar de lamber muito a cria nova, Fábio nunca deixa de citar o seu primeiro filho: Dias – A vida do maior jogador do São Paulo nos anos 1960 (Pontes Editores/2007). Evitando assim qualquer ciúme do primogênito.

Mas como agora a festa é para o caçula, vamos reforçar o convite para todos irem ao lançamento de 20 jogos Eternos do São Paulo: 2 de outubro, a partir das 19 horas, na Saraiva do Morumbi Shopping.

é arte: dizem por aí que temos filhos para eles nos imortalize e perpetue os nossos genes. O mesmo acontece quando autor escreve um livro. Ele se torna imortal, pois sua obra vai se ficar para posteridade, deixando aquele momento registrado para sempre. Na dedicatória desse livro, Fábio eternizou nossa história de amor. Como ele mesmo disse: “Daqui a 50 anos, as pessoas vão ler isso perguntar: será que eles ainda estão jutos?”. E eu não tenho dúvida que sim. Maktub! 🙂

é fato: eu sou palmeirense, filha de palmeirenses, nascida em uma família inteira de palmeirenses. Mas já fui a mais jogos do São Paulo do que do Palmeiras. Como não me interesso muito pelas trocas de passes, fico sempre registrando as partidas a fim de me distrair. E às vezes me deparo com coisas fofas como essa.
:: 20 jogos eternos do São Paulo, de Fábio Matos. Esporte. Maquinária Editora. 2011. 196 págs. R$36.
Anúncios

Um comentário sobre “20 jogos eternos do são paulo

  1. Tô tentando responder há minutos, mas não consigo. Já li e reli várias vezes, entre uma lágrima e outra. Só não vai me fazer chorar lá na hora, hein! 😉 ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s