para cantar a vida


Quando eu penso num homem que eu gostaria de casar, eu penso no Jorge Drexler. Eu gosto, na verdade, da delicadeza das suas canções. Gosto de olhá-lo em seus shows – ele tem aquela coisa do falso-tímido. Gosto da sua voz mansinha. Gosto do jeito que ele toca violão. Gosto do conjunto, sabe?😉

E ele sempre me acompanha em todos os momentos  de fossa, de alegria, de amor e quando eu preciso dar uma basta na tristeza. Eu já estava cansada da melancolia no dia em que descobri duas canções novas suas. Uma delas, “habitación 316”, deve estar no próximo CD, que está sendo feito de forma colaborativa.

Quando a ouvi, foi como se um espírito baixasse em mim e dissesse: “Karina, já basta! Bora sacudir esse esqueleto. Você merece a felicidade!”. Um sensação boa invadiu o meu corpo e o meu coração e eu sorri. Sorri para mim. Sorri para minha vida. E dancei sozinha no quarto. Leve!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s