35 mm


A magia da surpresa ao ver suas fotos reveladas em filme preto e branco nenhuma câmera digital jamais vai superar. Acabei de pegar as ampliações de um 35 mm batido há um ano! Como o filme era iso 400, as fotos ficaram um pouco graduladas. Mas até isso conferiu um certo charme àquelas imagens.

Dentro daquelas 36 poses, há registros de um show inesquecível, de uma viagem delícia a Buenos Aires, das amigas companheiras de sempre, de um ex-amor… Muitas lembranças doces! Memórias que ficaram ainda mais queridas e bonitas registradas em escala de cinza.

Acho mágico descobrir, tempos depois, que aquela foto, que você achou que ficou boa, deu errado. E aquela batida sem compromisso ficou maravilhosa. Gosto desse instantâneo que não é imediato. Da imagem que você só vai ver depois de que tiver o trabalho de levar para o químico revelar. 

Receber o pacotinho com as fotos na mão é como dar um presente para si mesmo. Dá até um friozinho no estômago antes de abrir. Sensações que a máquina digital, mesmo a full hd, jamais lhe trará. 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s