14067967_10206910359693775_356010313573360246_o

jazz na fábrica: michael blake


No terceiro ano da faculdade, uma professora colocou um CD do Milles Davis para tocar durante uma aula e disse para prestarmos atenção na conversa dos instrumentos. O sax que conversava com a bateria, que levantava bola para o piano que concordava com o baixo. Eu não lembro a finalidade disso, mas o jazz passou a ser ouvido de outra forma por mim. Sempre prestando a atenção nessas conversas. No seguinte, um outro professor estava se desfazendo de uns CDs e entre eles estava Time Out, com o quarteto de Dave Brubeck e que contava com a execução de Take Five, melhor música do universo. Mal sabia que aquele era um caminho sem volta no mundo do jazz e que esse CD seria a trilha de muitas noites e encontros em casa.

Antes do último sábado, eu só tinha visto bandinhas de jazz tocando em bares. O que já me agradava muito. Mas que tocavam repertórios conhecidos de Milles, Chet Baker e Brubeck. Pela primeira vez, vi um compositor de jazz tocando ao vivo com sua banda e pude finalmente ver a conversa entre os instrumentos no festival Jazz na Fábrica, no Sesc Pompeia. O canadence Michael Blake, considerados uns mais inventivos saxofonistas do jazz atual, tocou com seu quarteto musicas composta por ele mesmo. Embora o sax seja a voz de um conjunto de jazz, todos ali tiveram seus momentos epifânicos com seus instrumentos.

Simpático, Michael Blake conversou com público e passou a bola com maestria aos seus companheiros, Ben Allison, no contrabaixo; Frank Kimbrough, piano; e eu esqueci o nome do baterista. #gafe Quem souber por favor me avisa para eu corrigir aqui. Como eu não sou uma profunda conhecedora de jazz, vou deixar vocês com o vídeo de Blake sua banda tocando na notei de sábado.

 

 

O próximo fim de semana é o ultimo do festival Jazz na fábrica no Sesc Pompeia e as atrações são:

Choperia Sesc Pompeia
LayerZ – Quinta (27), 21h30.
Orquestra Atlântica –  Sexta (28), 21h30.
Marlena Shaw e Bixiga 70 – Sábado (29), 21h30, e domingo (30), 19h.

Teatro do Sesc Pompeia
Laurent de Wilde – Quinta (27), 21h.
Barcode Quartet – Sexta (28), 21h.
Tânia Maria e Armando Marçal – Sábado (29), 21h, e domingo (30), 19h.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s